revistafilantropia 460px

 

 
 
Quinta, 09 Junho 2016 03:50

Despontando Acima do Barulho

Escrito por  Brian Cute
Avalie este item
(0 votos)

Conheça cinco dicas para sua organização se destacar no cenário on-line

A internet está se tornando cada vez mais lotada. São mais de 3 bilhões de pessoas online e 3 bilhões e meio de buscas diárias no Google. Organizações com ou sem fins lucrativos estão competindo para capturar a atenção limitada e o desinteresse do usuário moderno da internet.

Mais do que isso, a internet encontra-se hoje numa fase de rejuvenescimento. Durante os últimos 30 anos, incorporamos domínios como .org e .net aos nossos vernáculos. Agora, a internet abriu as portas para centenas de novas extensões de domínio, garantindo às organizações um significativo aumento nas opções de nomenclatura e mais uma ferramenta para diferenciar marcas. Para chamar atenção no meio da multidão e atingir os principais públicos-alvo, as organizações não-governamentais precisam se adaptar a esse novo modelo digital e revitalizar sua presença online.

De acordo com um relatório recente de doações filantrópicas do instituto americano Blackbaud, as doações online cresceram 8,9%, mais que qualquer outra forma de contribuição financeira para o Terceiro Setor. Com o aumento da popularidade do acesso à internet via aparelhos móveis, a expectativa é que esse número de doações via web continue crescendo. E também exigindo que as organizações não governamentais (ONGs) tenham uma presença na internet ainda mais forte, para que possam se engajar nessa nova base de doadores em expansão: pessoas do mundo inteiro que buscam contribuir com uma causa por intermédio da internet.

As principais dúvidas das pequenas ONGs são por onde começar para garantir uma presença online mais forte e como é possível chegar até esses doadores. Em 2015, a Public Interest Registry (operadora dos domínios de internet .org, .ong e .ngo) participou do Inter ActionForum, um evento anual que reúne organizações não-governamentais e líderes dos setores público e privado para discutir as melhores práticas para melhorar a credibilidade das ONGs e também como incrementar sua Search Engine Optimization (SEO), ou seja, otimização da busca de uma pessoa ou organização na internet. O objetivo do encontro é buscar formas de ajudar as ONGs de todo o mundo a maximizar sua presença online, despertando a atenção para a missão de cada organização e aumentando a audiência entre as organizações online. As dicas a seguir apresentam cinco recomendações para aumentar a presença virtual da sua organização num cenário cada vez mais competitivo:

1 Aprenda a arte e a ciência das mídias sociais. Para revitalizar as campanhas online, a expert em mídias sociais Heather Mansfield, da empresa americana Nonprofit Tech for Good, sugere que as ONGs tenham maior compreensão do comportamento virtual do seu público-alvo. Isso significa que a arte (design gráfico, fotografia e vídeo) e a ciência (quanto compartilhar e onde compartilhar) das mídias sociais são fundamentais. Para entender melhor esse aspecto, Heather Mansfield recomenda ganhar conhecimento de causa na área em que você atua e atuar como fonte para pessoas com interesse no seu assunto. Os maiores conhecedores em gestão de mídias digitais dizem que as ações de arrecadação de recursos e a convocação para engajamento em causas precisam ser apresentadas num formato capaz de quebrar o ruído que existe hoje, criando conteúdos relevantes e seguidores fiéis. A expert recomenda a pesquisa de conteúdos relevantes relacionados a sua causa para que você possa compartilhá-los com seus seguidores.

2 Melhore a sua posição no ranking de SEO. A experiente estrategista de mídia digital Melanie Mitchell tem várias ideias para ajudar as organizações não-governamentais a subir no ranking dos resultados de busca. Quando publicar o conteúdo do seu website, recomenda-se usar palavras-alvo ou frases nas primeiras 150 palavras e mais outras três vezes para ênfase, enquanto mantiver o tom da conversa. Mitchell também cita um estudo mostrando que os usuários esperam entre 6 e 10 segundos em média antes de abandonar uma homepage. Para ajudar a otimização do seu site, considere usar uma ferramenta que sempre informe quanto tempo levará o download da sua homepage. Sabendo as imagens específicas e os códigos que estão causando a demora no download, será mais fácil fazer os ajustes necessários para reduzir este tempo. Finalmente, o mais importante é manter em mente que, para a melhoria do SEO e para causar uma impressão positiva de longo prazo, é decisiva a publicação com frequência de conteúdos relevantes para o seu público-alvo. Nós também conversamos com mais de 16 mil representantes de ONGs em mais de 40 países para compreendermos melhor as suas principais dificuldades na internet. Concluímos que a maior parte das organizações concorda que os pontos mais importantes são: garantir que a organização apareça nas ferramentas de busca, assegurar credibilidade e captar fundos. Com base nessas conversas, nós desenvolvemos a On Good, um conjunto de serviços online que inclui os nomes de domínio .org, .ngo e .ong. Esses recursos foram criados com o propósito de apoiar as organizações do Terceiro Setor para que ganhem mais visibilidade e possam arrecadar mais recursos.

3 Otimize sua campanha de e-mail. Mesmo que outras plataformas na web estejam ganhando popularidade, campanhas de e-mail para ONGs são ainda uma ferramenta importante para captar recursos. Andrew Marshall, diretor global de conteúdo na ONE Campaign, sugere três táticas para melhorar o conteúdo dos e-mails: assegurar que o layout tenha uma aparência gráfica clara e atraente é essencial; também é importante ter certeza de que o conteúdo e o formato do seu e-mail permitem o acesso a aparelhos móveis, pois 84% das páginas para doações na internet não são otimizadas para o acesso móvel, e é nesse ponto que a sua organização pode ter um diferencial; e outra dica é customizar a lista de quem vai receber seus e-mails, para que o conteúdo seja relevante para cada contato. Em seguida, considere o processo de como seu público-alvo usa as mídias sociais e com que frequência o faz. Isso ajudará na distribuição das campanhas via e-mail.

4 Melhore a organização da sua homepage para incrementar a credibilidade. Apesar dos muitos recursos online, várias pesquisas mostram que ter um website sólido é ainda um dos aspectos mais cruciais para alcançar a credibilidade dos doadores potenciais. Nós, da Public Interest Registry, fizemos uma parceria com a ORC International para pesquisar entre mais de mil usuários da internet a forma mais confiável de comunicação. A investigação revelou que ter um website forte é particularmente vital: 74% dos entrevistados afirmaram que um website que comunica bem e de modo simples é ainda a fonte principal para busca de informações sobre causas sociais e organizações de causa social. Assegurar que o seu website é esteticamente agradável, faz os downloads rapidamente e sem problemas e claramente apresenta a missão da sua ONG são as três formas mais simples de melhorar o site de maneira geral.

5 Profissionalize a sua gestão de mídias digitais. Para mais informações sobre engajamento com audiências online e como expandir e se destacaronline, procure organizações na sua cidade que ofereçam treinamento em mídias digitais. Criar uma equipe treinada para essa gestão é decisivo para garantir assertividade na sua estratégia e que a sua organização está interagindo nas redes sociais com os seus públicos-alvo da forma adequada.

Empregar essas táticas vai assegurar que a presença online da sua organização fique mais forte, confiável e engajada, sem se esquecer de desenvolver e customizar estratégias que estejam alinhadas com os objetivos específicos da sua organização. A experiência mostra que esse é o caminho para construir e consolidar uma plataforma de reputação e interação na internet, atingir a visibilidade desejada, mobilizar e engajar seguidores e se destacar na multidão crescente do mundo digital.