Sobre nós

A Rede Filantropia

O Instituto Filantropia foi fundado com o objetivo de democratizar a informação técnica relacionada ao Terceiro Setor. Utilizando a expertise adquirida por seus dirigentes ao longo de 10 anos de existência da Revista Filantropia, o Instituto amplia a utilização dos canais de comunicação para levar mais informação a seus afiliados, por meio de ferramentas como eventos, publicações, portal na internet etc. Abaixo, conheça o histórico do instituto e os benefícios de se tornar associado.

Como tudo começou

Filantropia: a palavra que dá vida ao instituto tem na sua origem a essência do nosso trabalho. De origem grega, “philos” significa “aquele que gosta de”, e “anthropos” significa homem. E foi justamente o amor à humanidade o que impulsionou a iniciativa de Marcio Zeppelini, em 1996, a começar a atuar como voluntário em uma instituição da zona sul de São Paulo. Conforme atuava, percebia que a instituição tinha boa vontade para ajudar o próximo, porém, falta de estrutura organizacional, gestão e administração dos recursos e dos funcionários envolvidos no trabalho – o que causava problemas e limitava o poder de atuação em prol daquela causa. Mais à frente, em outra empreitada voluntária, notou a mesma necessidade em outra instituição. 

A partir dessas experiências, Marcio Zeppelini, que já trabalhava na área de edição de revistas, decidiu, juntamente com o advogado Marcos Biasioli, criar a Revista Filantropia, com o intuito de levar informações sobre gestão e profissionalização da área social para essas instituições. Desde 2002, a publicação sempre esteve comprometida em oferecer informações de qualidade sobre as diferentes áreas que envolvem o setor social brasileiro, inclusive os investimentos das grandes corporações em Responsabilidade Social. Em 2004, os advogados e contadores Sergio Monello, Marcelo Monello e Ricardo Monello aderiram à causa e passaram a agregar seus conhecimentos na área de contabilidade. A credibilidade conquistada dia-a-dia pela revista desde sua criação atraiu a atenção de entidades representativas, empresas e organizações, que nos confiaram a missão de divulgar seus importantes projetos.

Partindo do mesmo princípio, surgiu a ideia de se criar o Instituto Filantropia, trazendo não só a Revista Filantropia, como também outras iniciativas para esta nova empreitada. O nome se mantém. Afinal, o amor à humanidade só pode ser concretizado de forma eficiente por meio de ações de gestão profissionalizada e estruturada, com acesso a informações e capacitações técnicas, visando o desenvolvimento sustentável.

Democratizando a informação

Os objetivos do Instituto Filantropiasão: produzir, gerir, sistematizar e distribuir conteúdos por meio de canais de comunicação, estudos e pesquisas, com o foco na democratização da informação aos seus afiliados.
Dentre os canais de comunicação, estão:

Portal IF: o portal será o ponto de encontro de todos os canais de comunicação do Instituto. Ele funciona como um portal de notícias, atualizado diariamente com as novidades do Setor. De lá será possível acessar os outros canais de comunicação do instituto, assim como ter acesso a artigos especializados, vagas de emprego e informações sobre editais para projetos.

Revista Filantropia: a publicação continua existindo, porém, como um dos canais de comunicação do Instituto. Sua função é transmitir informações técnicas relacionadas à gestão e à profissionalização do Terceiro Setor

Di@logando: espaço semanal para debates voltados à gestão do Terceiro Setor, com palestrantes convidados. Alguns dos temas abordados são: comunicação e marketing, captação de recursos, contabilidade, recursos humanos, entre outros.

Livros:publicação de obras com temas aprofundados sobre gestão escritas por colaboradores do Instituto.

Geração de conteúdo: textos e notas relacionados à área social serão também produtos do instituto. Podemos compartilhar nosso conteúdo com outros sites, assim como gerar conteúdo para outros parceiros. Dentre estes produtos está a confecção de balanços sociais para instituições.

Rádio Tom Social: a rádio on-line, que já existe, será fortalecida pela presença do Instituto, e passa a ser um canal de transmissão de notícias e dicas da área social.