Associação Helena Piccardi de Andrade Silva (Ahpas)

Por: Revista Filantropia
01 Março 2007 - 00h00

A Ahpas (pronuncia-se A Paz) é uma organização da sociedade civil de interesse público, sem fins lucrativos, fundada em 1999 com o objetivo central de oferecer transporte gratuito, especializado, confortável e regular a jovens pacientes carentes com câncer durante o período de tratamento médico na cidade de São Paulo. A missão da Ahpas é melhorar a qualidade de vida desses jovens em um período muito difícil de suas vidas, tornando as idas ao hospital menos desgastantes e a perspectiva de enfrentar o tratamento menos dolorosa.

A Ahpas também procura, por meio da oferta de transporte, minimizar as chances de desistência do tratamento por dificuldades de locomoção em uma cidade de tráfego difícil como São Paulo, em que as populações pobres moram cada vez mais afastadas do centro da cidade, onde estão os hospitais especializados. A Ahpas atende primordialmente casos de pacientes amputados, casos de jovens com tumores cerebrais que não podem mais se movimentar e pacientes terminais.

A idéia da Ahpas surgiu da necessidade de um casal de pais procurarem renovar o sentido da vida após a morte da filha Helena, de cinco anos, com câncer. A rotina da doença mostrou a esses pais a carência de transporte especializado e gratuito e fê-los ver como um serviço do gênero poderia ajudar as famílias que precisam levar seus filhos para o tratamento regular, durante vários meses, e não possuem recursos para transporte adequado. Os hospitais especializados de São Paulo dispõem hoje de tratamentos de ponta que atendem pelo SUS, porém, o paciente pobre não tem acesso fácil a eles.

A prática do trabalho da Ahpas acontece nos trajetos que realiza com os jovens, sempre com um motorista treinado e um voluntário devidamente sensibilizado, com o objetivo de tornar o trajeto mais aconchegante. Algumas vezes, infelizmente, a criança ou adolescente não resiste. Falece deixando imensa saudade e uma dor que a família jamais esquecerá. Nessa fase eles também podem contar com a Ahpas, que organizou um núcleo de apoio a pais enlutados, com o único objetivo de servir de espaço de expressão para esses pais.

Assim, após o falecimento, a família, se quiser, recebe visita de voluntário da Ahpas. Depois, a cada dois meses, os pais podem freqüentar reuniões em que os participantes conversam, contam suas histórias, falam de seus filhos que se foram e participam de atividades propostas pelo próprio grupo.

De gesto em gesto de amor e dedicação, os resultados do trabalho têm sido muito bons. Responsáveis nos hospitais atendidos apontam para uma melhora na disposição geral das crianças e adolescentes da Ahpas, o que significa mais ânimo para o tratamento e maior vontade de ir ao hospital com a regularidade devida. As famílias se sentem mais seguras e tranqüilas, pois sabem que não terão de arcar com o custo altíssimo do transporte privado, e que seus filhos não enfrentarão as agruras do transporte público. Os jovens ficam felizes, pois se vêem tratados com respeito, carinho e amizade. Mães e pais enlutados, por sua vez, têm garantido seu espaço de expressão durante o luto. Família e paciente se sentem acolhidos, aceitos e poupados física e economicamente.

 

www.ahpas.org.br

(11) 5535-2726

PARCEIROS VER TODOS