Estatuto da Pessoa com Deficiência

Por: Instituto Filantropia
26 Maio 2014 - 19h54

O gestor público que não cumprir as leis de acessibilidade, que inclui o acesso a espaços e equipamentos urbanos, a edifícios, transporte e meios de comunicação, poderá ser processado por improbidade administrativa. Este é apenas um dos aspectos que constam do relatório final da proposta de Estatuto da Pessoa com Deficiência (PL 7699/2006), que deve ser reapresentado no Plenário da Câmara dos Deputados em breve e pode até ser votado em abril, caso a pauta esteja destrancada. O texto reúne ideias contidas em quase 300 projetos de lei e 400 sugestões enviadas pela população por meio dos canais de comunicação da Câmara. Segundo a relatora, deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP), outro ponto do relatório deve alterar o Estatuto das Cidades (Lei nº 10.257/2001) passando para as prefeituras – ao invés do proprietário do imóvel – a responsabilidade pela manutenção das calçadas em boas condições de circulação.
www.camara.gov.br

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
17.033
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
3.312
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
31 Mai
2020
I Prêmio Josemar Guilhermino de Literatura
Prazo
4 Set
2020
Ideias para o Futuro
Prazo
29 Mai
2020
Prêmio CAPES de Tese
Prazo
Matchfunding Enfrente o Corona
Prazo
1 Ago
2020
Todos os olhos na Amazônia
Prazo
1 Ago
2020
The IFREE Small Grants Program
Prazo
1 Jun
2020
Sophie Danforth Conservation Biology Fund
Prazo
18 Jun
2020
Global Health Security & Pandemics Challenge
Prazo
30 Jun
2020
Prêmio Internacional de Seguros Julio Castelo Matrán
Prazo
31 Dez
2020
Patrocínios e Doações - Instituto Usiminas

PARCEIROS VER TODOS