Uma contribuição bibliográfica para o Terceiro Setor

Por: José Antônio de França
01 Novembro 2004 - 00h00

A normatização contábil brasileira nos últimos anos vem procurando preencher as necessidades de regulação de vários segmentos de atividades, entre eles o das entidades de interesse social1. Entretanto, essas normas ainda são tímidas e carecem de aperfeiçoamento para acompanhar o ritmo de crescimento do setor. Esse segmento, o Terceiro Setor, apresenta peculiaridades que devem ser disciplinadas por procedimentos específicos, sob pena de comprometimento da transparência das transações.
Sensível a essa realidade, o Conselho Federal de Contabilidade, em parceria com a Fundação Brasileira de Contabilidade e Associação Nacional dos Procuradores e Promotores de Fundações e Entidades de Interesse Social, no final de 2003, publicou a primeira edição do Manual de Procedimentos Contábeis para Fundações e Entidades de Interesse Social, cuja segunda edição foi lançada no último Congresso Brasileiro de Contabilidade, no final de outubro, na cidade de Santos, São Paulo.
O referido manual não tem função normativa, é uma contribuição dessas instituições à sociedade, na tentativa de estimular a produção de bibliografia adequada às transações praticadas pelas entidades de interesse social.
A primeira edição estava voltada ao atendimento dos profissionais atuantes nas entidades, pela sugestão de práticas contábeis e de prestação de contas. A segunda edição está ampliada, contemplando o segmento acadêmico, pela inserção de exercícios que podem ser utilizados em sala de aula.
Entre as vantagens e qualidades da obra é possivel citar pelo menos duas que foram responsáveis pelo sucesso da primeira edição: a experiência dos autores, no contexto de mercado, da academia e do Ministério Público, e a distribuição gratuita pela Fundação Brasileira de Contabilidade e Sistema CFC/CRCs. A segunda edição também tem distribuição gratuita e beneficiará estudantes e professores.
O manual apresenta assuntos de relevante interesse para a transparência da informação, como o registro de transações relativas à renúncia de receita vinculada à gratuidade e à renúncia fiscal vinculada ao benefício de isenções tributárias; o registro de transações relativas à contrapartida, que é uma situação de muita afinidade com Fundações de Apoio; o registro de transações oriundas do trabalho voluntário, que é uma das importantes características desse segmento.
Adicionalmente aos assuntos citados, outros de igual relevância foram contemplados, como os procedimentos para constituição de associação e fundação; sugestões de elenco de contas e demonstrações contábeis; sugestão de modelo de avaliação de desempenho; processo e procedimento de prestação de contas, entre outros.
Todo esse elenco de conhecimento foi produzido e discutido pelo grupo de trabalho constituído pelo Conselho Federal de Contabilidade, que contou com a participação do professor César Augusto Tibúrcio Silva, da Universidade de Brasília; Álvaro Pereira de Andrade, da Universidade Federal de Pernambuco, e dos técnicos Iron Brito Mascarenhas e Luciano Rodrigues de Faria, do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, além da minha própria contribuição.

José Antônio de França. Professor do Departamento de Ciências Contábeis e Atuarias da Universidade de Brasília e um dos autores do Manual de Procedimentos Contábeis para Fundações e Entidades de Interesse Social.

1. contemplado com as NBC T 10.4 e 10.19

Tudo o que você precisa saber sobre Terceiro setor a UM CLIQUE de distância!

Imagine como seria maravilhoso acessar uma infinidade de informações e capacitações - SUPER ATUALIZADAS - com TUDO - eu disse TUDO! - o que você precisa saber para melhorar a gestão da sua ONG?

Imaginou? Então... esse cenário já é realidade na Rede Filantropia. Aqui você encontra materiais sobre:

Contabilidade

(certificações, prestação de contas, atendimento às normas contábeis, dentre outros)

Legislação

(remuneração de dirigentes, imunidade tributária, revisão estatutária, dentre outros)

Captação de Recursos

(principais fontes, ferramentas possíveis, geração de renda própria, dentre outros)

Voluntariado

(Gestão de voluntários, programas de voluntariado empresarial, dentre outros)

Tecnologia

(Softwares de gestão, CRM, armazenamento em nuvem, captação de recursos via internet, redes sociais, dentre outros)

RH

(Legislação trabalhista, formas de contratação em ONGs etc.)

E muito mais! Pois é... a Rede Filantropia tem tudo isso pra você, no plano de adesão PRATA!

E COMO FUNCIONA?

Isso tudo fica disponível pra você nos seguintes formatos:

  • Mais de 100 horas de videoaulas exclusivas gratuitas (faça seu login e acesse quando quiser)
  • Todo o conteúdo da Revista Filantropia enviado no formato digital, e com acesso completo no site da Rede Filantropia
  • Conteúdo on-line sem limites de acesso no www.filantropia.ong
  • Acesso a ambiente exclusivo para download de e-books e outros materiais
  • Participação mensal e gratuita nos eventos Filantropia Responde, sessões virtuais de perguntas e respostas sobre temas de gestão
  • Listagem de editais atualizada diariamente
  • Descontos especiais no FIFE (Fórum Interamericano de Filantropia Estratégica) e em eventos parceiros (Festival ABCR e Congresso Brasileiro do Terceiro Setor)

Saiba mais e faça parte da principal rede do Terceiro Setor do Brasil:

Acesse: filantropia.ong/beneficios

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

PARCEIROS VER TODOS